sexta-feira, 20 de maio de 2011

Lajes


Audiência Pública

Foi realizada ontem uma audiência pública em nossa cidade para tratar dos problemas que afetam a saúde pública de nosso município. Estiveram presentes neste evento o Prefeito de Lajes Benes Leocádio, a Secretária de Saúde Ana Karina, o Presidente da APAMI Júnior Izidro, representante do Conselho Estadual de Saúde, da Vigilância Sanitária, além de todos os Vereadores de nossa cidade.
Cerca de 100 pessoas de nossa sociedade marcaram presença para assistir os debates que começaram com a Secretária de Saúde e o principal tema abordado foi a questão da situação em que se encontra Hospital Maternidade Aluízio Alves, segundo a secretária a produção de AIHs do hospital hoje gira em torno de 70 por mês o que não é suficiente para que a entidade seja mantida com estes recursos, visto que o hospital só recebe do Governo do Estado um repasse de apenas R$ 20.000,00 (Vinte mil Reais).
Em sua fala o Presidente da APAMI Júnior Izidro falou das dificuldades em que toda a saúde do Pais enfrenta e que o Hospital de Lajes não é um caso isolado, disse também que o hospital faz atendimentos que não é de sua responsabilidade como por exemplo consultas médicas e citou que em um mês, entre consultas e atendimentos ambulatórias somaram mais de R$ 14.000,00 e que a secretaria de saúde só repassou a quantia de pouco mais de R$ 4.000,00, ou seja, o restante ficou de prejuízo para o hospital.
O Prefeito Benes foi a tribuna e ao comentar as falas da Secretária de Saúde e do Presidente da APAMI, disse que o real motivo desta audiência pública não era de apontar culpados pela má situação em que vive o hospital e sim para encontrar soluções. Benes então propôs um sistema de comodato, em que a diretoria da APAMI cedesse as instalações do Hospital para que a Prefeitura tomasse de conta, ele disse que a Prefeitura tem condições comandar perfeitamente este hospital e que pretende equipá-lo com equipamentos e medicamentos para que o atendimento seja normalizado e o hospital não corra o risco de ser fechado.
O Presidente da APAMI disse em suas considerações finais que analisará a sugestão do Prefeito Benes e em breve dará uma posição pois ele relembrou que foi justamente na gestão de Benes que o hospital tinha fechado uma vez e por isso irá analisar bem esta proposta para ver se será viável esta parceria.