domingo, 21 de agosto de 2011

Insegurança Pública



Contra ladrões, médica põe seringas que teriam sangue com HIV em muro

O portal G1 traz a matéria com o protesto de uma médica no condomínio RK, em Sobradinho, a 22 quilômetros de Brasília, chocou os vizinhos. Ela fixou seringas na grade de casa e escreveu em um cartaz “Muro com sangue HIV positivo – não pule”.
A autora da mensagem é médica e não quis ser identificada. Ela disse que tomou a atitude porque está cansada de ser roubada. “A primeira vez foi um cortador de grama, secador de cabelos e máquina fotográfica. A última foi a televisão, uma tela plana”, contou a mulher.
Ela admitiu que pegou o material onde trabalha. “Eu sou médica e consegui isso no hospital. Estão contaminadas”, afirmou.
A síndica do condomínio, Vera Barbieri, diz que as seringas foram coladas no portão há dois dias. Neste sábado (20), a moradora foi oficialmente notificada. Ela tem cinco dias para retirar todo material, senão, será multada.
A polícia e a Vigilância Sanitária foram procuradas, mas teriam informado que não poderiam fazer nada.