domingo, 11 de setembro de 2011

Pedra Preta


Concurso Duvidoso

Foi realizado no dia de ontem as provas do Concurso Público da Cidade de Pedra Preta, as provas foram divididas em dois turnos manhã e tarde, pela manhã categorias de Ensino Fundamental e a tarde nível médio e superior.
Pela manhã houve um tumulto na Escola Municipal João Bandeira, onde seriam realizadas as provas para ASG, Mecânico e Motorista categoria “D”. Segundo denuncias ao nosso blog, os portões foram abertos as 8:20hs, quando deveriam terem sidos abertos antes, pois pelo edital as provas iniciariam as 8:00hs e nas salas não tinham carteiras suficientes para os concursandos, não haviam fiscais com identificação. A organização do concurso foi obrigada a cancelar a realização das provas naquele colégio, foram então para a Delegacia da cidade para registrar Boletim de ocorrência. No ginásio de Esportes foram constatados que quatro turmas estavam realizando suas provas sem nenhuma condição de conforto e segurança, tinha gente sentada em cadeiras plásticas e com as provas no colo.
A tarde procuramos a Direção do Concurso para ouvir a versão deles, segundo Sr. Pedro Xavier, Proprietário da Empresa ITCSP Concursos, algumas pessoas alcoolizadas jogaram latas de cervejas dentro do prédio da escola Municipal João Bandeira, chutaram os portões e por isso ele proibiu a abertura do colégio, com relação a falta de carteiras, Pedro nos disse que a Prefeitura de Pedra Preta tinha ficado responsável em coloca-las nas salas, a demora que houve foi para essas carteiras serem deslocadas das Zona Rural até a sede do município, devido todos esses transtornos ele resolveu cancelar as provas daquele referido colégio na mesma hora, indo então para a Delegacia da Cidade com as provas lacradas e registrar um BO para posteriormente entrega-lo a Promotoria de Lajes que é responsável também pela cidade de Pedra Preta.
Pedro Xavier ainda nos informou que em outros locais as provas foram realizadas normalmente e que no dia 25 deste mês as provas para ASG, Mecânico e Motorista “D” serão novamente aplicadas na cidade, ele disse que sua assessoria jurídica está tomando todas as providencias cabíveis para a validação deste concurso e que de forma alguma não acredita no cancelamento do mesmo.
Este blogueiro realizou provas no referido colégio e constatou pouca organização, a Fiscal da sala estava mal preparada, a distancia entre as carteiras era muito pequena e quase não viu rigor na segurança do local, visto que os portões da escola não foram fechados.
Ressaltamos ainda que as estruturas das escolas da cidade de Pedra Preta são de péssima qualidade, salas sujas e quentes e que não estavam preparas para a realização deste concurso.
Nossa obrigação como entidade jornalística é puramente informar os acontecidos, todas as duas versões aqui expostas formam devidamente apuradas e esperamos que as autoridades competentes julguem de forma correta este caso.